Carlos Conceição

Biografia

Carlos Conceição, natural de Angola, é Licenciado em cinema pela ESTC de Lisboa, e em Literatura Inglesa do Romantismo. A sua primeira curta-metragem, “Carne” (2010), foi premiada com o prémio Novo Talento no Indie Lisboa em 2010, enquanto “Versailles” (2013) competiu no prestigiado Festival de Locarno. Ambos os filmes “Boa Noite Cinderela” (2014) e “Coelho Mau” (2017) estrearam em competição no Festival de Cannes com óptimas reacções de público e crítica. "Coelho Mau" veio ainda a ganhar diversos prémios internacionais e o prémio Sophia de melhor curta-metragem portuguesa. Também foi alvo de retrospectivas integrais na Cinemateca Francesa em Paris e no Festival de Cinema de Amiens, bem como no Curtas Vila do Conde. A longa metragem "Serpentário" estreou no Festival de Berlim em 2019 e granjeou prémios ao longo do ano que se seguiu, entre os quais o de melhor primeira longa no DocLisboa, o de melhor filme no SiciliaQueer, melhor filme e melhor montagem no FilmMadrid, melhor realizador em Pontevedra, bem como uma menção honrosa de Melhor Filme no Festival Nouveau Cinema em Montreal e o prémio do público em Burgas, Bulgária. O filme integrou ainda a programação das mais importantes mostras não competitivas europeias, como por exemplo a Vienalle. "Um Fio de Baba Escarlate" é o primeiro de 3 filmes de uma hora que satirizam um submundo ficcional na Lisboa de hoje.

Alto Patrocínio

Apoio

Membro fundador